No âmbito do Programa ERASMUS+, Ação Chave 1 “Mobilidade individual para fins de aprendizagem”, o CFAE Beira Mar (em consórcio com todas as Unidades Orgânicas suas associadas) vai implementar, até 2022, o projeto “School XXI - Overcoming challenges”, o qual prevê 31 mobilidades, 24 na modalidade “Job shadwoing” e 7 na modalidade “Structured Courses/Training Events”.

 

O objetivo geral deste projeto é contribuir para a formação de professores tendo em vista a transição para a Escola do Século XXI, através de:

  1. Criação imediata de uma comunidade que envolva todos os participantes na discussão das principais necessidades e na reflexão sobre soluções adaptadas aos novos contextos educativos, através de práticas regulares e consistentes de análise e consequente redação de textos fundamentados em teoria científica e na prática docente;
  2. Formação/preparação de equipas pedagógicas multidisciplinares aptas a, através da promoção da colaboração, trabalhar entre pares para o desenvolvimento e a aplicação de práticas inovadoras na escola, ajustadas às necessidades da sociedade contemporânea; operacionalizar a aprendizagem dos alunos no quadro das competências necessárias para os alunos do século XXI, em todas as escolas do consórcio, nos próximos 3 anos;
  3. Generalização de práticas educacionais inovadoras, segundo uma lógica de disseminação progressiva, por meio de ações de formação ministradas em todas as escolas do consórcio, nos próximos 3 anos, pelos participantes neste projeto.

 

Acreditamos e trabalharemos para que as atividades propostas ajudem a atingir os seguintes objetivos:

  1. Criação, em cada Escola, de ferramentas educacionais para resolver problemas em contexto de sala de aula, assim influenciando positivamente os resultados de aprendizagem dos alunos, no âmbito do Programa Nacional de Promoção do Sucesso Escolar;
  2. Implementação/reforço, em pelo menos 20% das Escolas, de práticas diárias de trabalho colaborativo entre pares, por meio da inserção do mesmo nas horas letivas;
  3. Reforço em pelo menos 10%, do uso, pelos professores, de práticas educacionais inovadoras em sala de aula.